15 de abril de 2007

Vê, Manuel Passos!!!

Já se estão a preparar dezenas de rosas para me ofereceres um dia destes.

Todos os anos, desde que plantaste estas roseiras, me ofereces braçadas de rosas. :-)

6 comentários:

Manuel disse...

Fico contente que esse pé tenha crescido dessa forma e te dê braçadas de rosas. No mínimo, são bem merecidas.
:-)
Abraço.

Anónimo disse...

As rosas estão aí a desabrochar com o seu colorido variegado, mas poderemos dar uma estreitadela ao liquidâmbar?
Um resto de bom Domingo.
L.C.

sonhadora disse...

No sonho me embriago com as suas palavras.
Beijinhos embrulhados em abraços

Anónimo disse...

Rosas vermelhas, serão?
Amarelas? ou outra cor?
Serão lindas concerteza
Foram dadas com amor

Vão abrir de par em par
vão viver quão curta vida
mas vão encher-te de amor
e doçura... Margarida

Vão ser leves, aveludadas
Dançando ao sabor do vento
Vão acalmar tua vida
Vão dar paz ao teu tormento

Não te esqueças Margarida
D’outras que eu te ofereci
São mais simples, são simbólicas
Mas colhias só para ti

Vai ficar linda, a quinta
Com essa roseira em flor
São outras iguais a ti
Linda Rosa com esplendor

Guarda as pétalas que vão caindo
Guarda-as bem junto a ti
Dorme sobre elas e sonha
Que a vida te sorri

dynossauro

Anónimo disse...

Excelente, Manel! Isto é que é saber oferecer flores! Já devem ter aberto, não Guida?

Abraço

Leo

TINTA PERMANENTE disse...

Diz-se nas 'Coisas do Arco-da-velha', que é como quem diz, a sabedoria popular que 'Se foram céus os jardins, seria a rosa o céu deles.'
Abraços