26 de abril de 2007

Algumas das muitas coisas que devo ao Diogo (3)

Quanto à tal árvore em primeiro plano... foi o Diogo que se lembrou de a plantar aqui.
A minha fruta preferida vai ficar mesmo à minha mão. Damascos.
E já este ano, pela primeira vez!

5 comentários:

sofialisboa disse...

gostava de te convidar a ires ao meu blog e responder á questão: onde estavas no 25 de abril. sofialisboa

sofialisboa disse...

para margarida: parabéns pela tua coragem! em tempos que já lá vão, aqui na net, contei que o 25 de abril foi mau para a minha familia, o meu pai foi saneado e tivemos muitos problemas financeiros, ocuparam a nossa casa de férias e partiram tudo, fomos ameaçados, e eu que ainda era criança tive medo, muito medo! fui muito criticada mas se leres com atenção o meu post apenas falo desse dia e do que senti. outra questão se levanta, afinal o 25 de abril foi bom ou mau.e agora só para ti! parabéns pelo pai integro que tiveste sofialisboa

TINTA PERMANENTE disse...

Comecemos pelo fim: gosto de damascos, gosto. Mas por estes tempos, confesso, que já começo a salivar à espera das cerejas!...
Quanto à fossa, o Diogo bem pode dizer que é arquitecto paisagista; pela minha parte prometo não perguntar se o curso foi da Independente! Mas a sério: brilhante resultado!
E para a acabar: pois que não devem ser poucas as dívidas ao Diogo, não; eu bem desconfiei daquele papel de ser madrinha da árvore!...
Abraços!

Anónimo disse...

Parece que o Diogo é o teu Anjo da Guarda.. que bom ter filhos assim, colocar os damascos mesma à mão.
Desconhecia q ele era arquitecto paisagista, mas já tinha reparado que ele fazia por aí umas arquitecturas.
Parabens por toda a verdura que te envolve... acho que quando te levantas e te vais esperguiçar na soleira da porta deves ter a sensação de estar no Paraíso.
Dynossauro

Kiman disse...

Querida Netinha!!!

Esta foto representa o prolongamento da tua juventude (frescura).Aqueles damascos sem ti , não seriam nada.
Nem te atrevas a pensar o contrário!
Abraço

Kiman