19 de março de 2007

Rio Douro - fotografia de Tinta Permanente

De Tinta Permanente:

'De vinhos odoríferos, que acima
estão, não só do Itálico Falerno,
mas da Ambrósia, que Jove tanto estima'
(Camões)

(...)por estes lados, a caminho de Mesão Frio vindo da Régua, o viajante pode apreciar o deleite do rio, ainda mal refeito dos arremessos do Tua, do Vesúvio, do Corgo ou mesmo do Roncão. Os vinhedos estendem-se por todos os horizontes em patamares de cores e aromas, agora na Primavera rendilhados com as flores delicadas dos pessegueiros, ameixoeiras e amendoeiras. Mais lá para o Estio será a vez da uva comer da lava e beber do sol. Mas em qualquer altura do ano as lonjuras esparramam-se nos olhos de quem passa(...)

2 comentários:

Manuel disse...

Um cenário que ainda não tive oportunidade de presenciar e que parece espectacular.
Tenho de lá ir em breve.

Mary Oliveira disse...

Que maravilha...!
Parabéns ao fotógrafo.